MATÉRIAS

A magia do Salar de Uyuni, o maior deserto de sal do mundo
Um destino onde predominam os mochileiros de todas as partes do mundo, uma verdadeira torre de Babel





Provavelmente é um dos destinos mais visitados da Bolívia e podemos agregar, o mais especial. Chegar a Uyuni é uma verdadeira aventura, mais ainda é embarcar em La Paz, num pequeno Bombardier turboélice só para 16 pessoas. O aeroporto internacional de Uyuni foi inaugurado só em 2011. Até essa data, a pista que existia era de 1944 e tinha sido construída pela quase mítica companhia Panagra, já desaparecida. Fica no meio do nada e de coisa nenhuma, e é quase impossível não lembrar dos filmes de Indiana Jones ao descer aqui.

 
O povoado de Uyuni, segundo os próprios guias do lugar, não tem muito que mostrar. Mas quem é bom de olho e viagens, saberá descobrir mais que um ponto interessante de visitar, como podem ser a catedral, o mercado e o cemitério de trens. É um destino onde predominam os mochileiros de todas as partes do mundo, uma verdadeira torre de Babel, onde é fácil notar que os japoneses são a maioria.
 
A noite de Uyuni tem lugares interessantes, mas não espere sofisticação alguma. São espaços rústicos, alguns bem trançados, onde há boa e gelada cerveja, destaque para a Huara e a Paceña, e drinques preparados a partir do destilado boliviano, o Singani.
 
Chegar ao Salar de Uyuni, no sudoeste da Bolívia, é quase uma miragem. E se for em temporada de chuvas, no inicio do ano, a visão é ainda mais impressionante. A paisagem se torna dupla, refletida nas águas que viram um verdadeiro espelho. Pode-se pensar que é um passeio monótono, só sal, água e grandes extensões que se perdem no horizonte, mas ver passar o dia e entrar noite adentro neste lugar, é simplesmente imperdível. Por isto, não faça o programa de meio dia, você perderá o espetáculo que é o entardecer e a chegada da noite.
 
Este é um “mar interior”, que há milhares de anos atrás teve vida. Hoje há fósseis marinhos que comprovam isso. Imagine, o mar a 4.300 m acima do nível do mar, isso só comprova as gigantescas mudanças que ocorreram no nosso planeta. Formações calcárias e cactos gigantes são parte dessa paisagem mágica. Há passeios que oferecem almoço no meio do salar, não deixe de ter essa experiência!


Em breve estaremos publicando mais dicas de lugares fantásticos. Até a próxima!

por Jaime Bórquez
Jornalista com 35 anos de experiência em representações, assessoria e consultoria em turismo no mercado nacional e internacional, e nosso colaborador na plataforma afimdeviajar.com
 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



MATÉRIAS  |  17/01/2020 - 22h





MATÉRIAS  |  04/01/2020 - 17h